domingo, 9 de maio de 2010

Flora e Fauna da Floresta Amazônica

GuaranáVitória-RégiaA riqueza da Amazônia está na sua diversidade biológica. As florestas tropicais cobrem apenas 7% da superfície seca da Terra, mas concentram cerca de 60% de todas as formas de vida do planeta. Seis em cada 10 espécies de seres vivos habitam essas matas. Somente 30% deles são conhecidos pela ciência. Das matas tropicais foram extraídas 25% de todas as essências farmacêuticas utilizadas atualmente pela medicina.


Onça Pintada

Algumas das mais conhecidas: o Guaraná (Paullinia cupana) - tem propriedades vitalizantes, rejuvenescedoras e afrodisíacas. O Crajiru (Arribadaea chica) - utilizada no combate Pirarucuas inflamações de qualquer natureza; a Copaíba (Copaffera reticulata) - o seu óleo é anti-inflamatório e cicatrizante; o Urucum (Bixa orellana) - são sementes com propriedades capazes de aumentar a pigmentação natural. Os números são grandes quando se trata da Amazônia. Os cientistas explicam que, em um pedaço de vinte centímetros quadrados, por exemplo, podem ser encontrados até 1,5 mil espécies vegetais e animais diferentes, somando-se fungos e microorganismos. Projeções apontam que cerca de 2,5 milhões de espécies tenham o seu habitat na região.

Peixe-Boi da Amazônia

Há inúmeras espécies comestíveis, oleaginosas, medicinais, corantes e outras raras.

A Vitória-Régia (Vitoria regia lindl), conhecida como a “A Rainha dos Lagos Amazônicos” é uma planta que abre sua flor redonda sobre as águas rasas e sem correnteza como uma bandeja verde e chega a medir de 1 a 2,00 metros de diâmetro.

Peixe-Boi da Amazônia

Somente peixes são mais de 2 mil espécies, sendo o Pirarucu, um dos maiores peixes de água doce do mundo, podendo atingir 3 metros de comprimento e até 200 quilogramas.Uacari Branco

A fauna da região é muito variada em função dos ecossistemas. São roedores, felinos, aves, quelônios, primatas, etc.

Sauim-de-coleira

O Peixe-Boi da Amazônia (Trichecus inunguis), é um mamífero que pode atingir até 3 metros de comprimento e quase 500 quilogramas; extremamente dócil vive pelos rios amazônicos. (Ameaçado de extinção).



Fonte: http://iniaturismoltda.vilabol.uol.com.br/faunaflora.htm

Postado por: Felipe Augusto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário